overdose sintomas

overdose sintomas. Quando um dependente químico usa drogas, isso provoca diversas alterações em seu corpo e em sua mente. No entanto, quando o consumo é excessivo, a pessoa pode apresentar sintomas de overdose e, se não for socorrida a tempo, os sintomas podem até mesmo levá-la à morte.

Por isso, neste artigo vamos apresentar os principais sintomas da overdose para que você possa reconhecê-los e, assim, saber o que fazer se alguém apresentar este quadro. Vamos lá?

O que desencadeia a overdose?

A overdose ocorre quando uma pessoa ingere uma quantidade excessiva de alguma substância química. Geralmente, essa situação ocorre quando o indivíduo faz uso de narcóticos ilegais, mas também pode acontecer por meio do uso de medicamentos.

Todavia, nem todas as overdoses provocam sintomas graves, embora existam alguns sinais que não podem ser ignorados. Dependendo da quantidade e do tipo de droga ingerida, isso pode provocar a falência dos órgãos vitais.

É importante destacar que as substâncias consumidas pelo ser humano são decompostas no organismo até serem totalmente metabolizadas e absorvidas. Logo, o próprio corpo elimina o excesso. Entretanto, quando o organismo recebe uma sobrecarga, não consegue processar a droga e, assim, ela atinge regiões sensíveis causando grandes danos.

Quando isso ocorrer com alguém próximo, é muito importante prestar a ajuda necessária procurando um atendimento médico especializado. Inclusive, é importante evitar que a pessoa tome qualquer outra substância para não piorar a situação. Somente um tratamento adequado poderá salvar a vida do indivíduo e garantir uma boa recuperação.

Quais são os sintomas da overdose?

Quando uma pessoa sofre uma overdose, seu mecanismo fisiológico sente dificuldade de processar a droga com agilidade antes da substância ser absorvida. Isso pode se agravar dependendo da substância usada e da quantidade.

Logo, a maioria dos casos de overdose surgem de substâncias tóxicas depressoras que causam depressão respiratória, visto que elas atuam em receptores específicos que comandam a respiração. Dessa maneira, se a pessoa não respira o suficiente, os níveis de oxigênio são reduzidos no sangue, deixando os dedos e lábios azulados.

Consequentemente, esse quadro pode afetar outros órgãos, como o coração e o cérebro, deixando a pessoa inconsciente, em coma e, em seguida, causando o óbito. Tudo isso ocorre em menos de cinco minutos devido à falta do oxigênio. Esse processo de morte rápida é raro, mas não é impossível.

Normalmente, a droga deprime a respiração lentamente após o seu consumo, e há tempo suficiente para que outra pessoa intervenha e procure ajuda, salvando a pessoa antes que o pior aconteça.

Por isso, amigos e familiares de dependentes de drogas precisam estar atentos para identificar os sintomas de overdose o mais rápido possível. Sendo assim, veja a seguir os principais deles.

Convulsão

As crises de overdose provocam muitas convulsões generalizadas pelo corpo. Desse modo, o usuário fica se contorcendo em contrações constantes, embora algumas possam ser mais leves, afetando somente um braço ou uma perna, por exemplo.

Náuseas

Vômitos e náuseas também são frequentes, mesmo sendo leves. Por isso, se você sabe que uma pessoa é dependente química, considere este sintoma. Questione se ela consumiu alguma droga para saber se deve ou não procurar um pronto-socorro antes que piore.

Dor no peito

A dor no peito pode ser causada pelo alto grau de ansiedade ou pelo aumento da frequência cardíaca. Esse último caso é muito preocupante, pois pode estar associado a ataques cardíacos. Então, se ele ocorrer, é imprescindível solicitar ajuda médica urgentemente.

Sudorese

Todos os tipos de drogas têm como efeito a sudorese. Contudo, os alcoólatras apresentam uma pele fria e pálida, enquanto no caso de quem usa cocaína e anfetaminas a temperatura da pele sobe como se a pessoa estivesse com febre.

Dificuldade para respirar

Álcool, barbitúricos e benzodiazepínicos (como clonozepam, diazepam, entre outros) atrapalham os batimentos cardíacos e a respiração. Neste caso, a respiração fica lenta ou sem movimentos inspiratórios.

Essas substâncias também aumentam a produção de saliva ou relaxam a esfíncter esofagiano, fazendo com que os alimentos voltem do estômago para a garganta, podendo obstruir as vias aéreas. Assim, verifique se o indivíduo está respirando e coloque-o em uma posição que facilite o fluxo de ar até a chegada do médico.

Perda da consciência

Outro efeito comum na overdose de drogas é a redução da consciência, tanto na depressão do sistema nervoso central como no excesso de estimulação. É uma situação muito perigosa, pois pode causar lesões sérias no cérebro.

Psicose e paranoia

A psicose traz alucinações e delírios, fazendo com que o dependente distorça a realidade ou enxergue objetos e pessoas que não existem. Em estado de paranoia, ele pode acreditar que está sendo perseguido, por exemplo, mesmo sem ter motivos para essa crença.

O que fazer quando um dependente químico está sofrendo uma overdose?

Se você perceber que alguém está com sinais de overdose, em que a pessoa sofreu um desmaio ou perdeu a consciência, chame-a pelo nome e observe se ela irá atender ao chamado, mantendo-a acordada até a chegada do socorro.

Certifique-se também de que ela está respirando e se mantem consciente, colocando-a em um local confortável. Caso ela esteja inconsciente, mas respirando, deite-a de lado para que não engasgue se vier a vomitar. Porém, se estiver inconsciente, mas não estiver respirando, faça uma massagem cardíaca e ligue imediatamente para a emergência.

Ao solicitar uma ambulância, siga todas as orientações dadas pelo médico. Até a sua chegada, não induza a pessoa ao vômito, não dê bebidas ou comidas a ela e fique atento até a chegada do socorro para que não haja piora em seu estado de saúde.

Se você souber qual é a droga ingerida, comunique aos integrantes da ambulância para que o médico inicie os primeiros socorros adequados. O mais indicado é contar com uma clínica especializada que, consequentemente, dará prosseguimento a um tratamento direcionado à dependência química.

Agora que você aprendeu quais os sintomas da overdose, sempre que se deparar com uma situação como essa, chame ajuda médica o mais rápido possível, ligando para o 192 ou para alguma clínica particular especializada. Lembre-se de que cada segundo é primordial para salvar uma vida.

Conhece alguém que está com algum problema relacionado às drogas? Entre em contato conosco para esclarecer as suas dúvidas e receba as orientações certas!

overdose sintomas, overdose sintomas, overdose sintomas, overdose sintomas, overdose sintomas

overdose sintomas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *