Quem não conhece a atuação das drogas alucinógenas no corpo e na mente do usuário deve ter dificuldade para identificar quando alguém está sob o efeito de alguma delas.

Por esse motivo, elaboramos este post para esclarecer as principais dúvidas sobre esses tipos de drogas. Falaremos sobre os efeitos, as diferenças entre as opções de substâncias e os princípios ativos e, ainda, os perigos ao consumi-las.

Por fim, listaremos quais são as drogas alucinógenas mais comuns e esclareceremos se há tratamento para os usuários dessas substâncias. Acompanhe e tire suas dúvidas agora mesmo!

1. O que são drogas alucinógenas?

As drogas alucinógenas fazem parte de um grupo de drogas que atua no cérebro e interfere nas percepções sensoriais. De forma geral, costumam causar alterações no estado mental capazes de promover alucinações, distorções dos sentidos, impactos no desempenho cognitivo e no ânimo de quem as consome.

Conhecidas também como psicodélicas, ocasionam a perda de noção do que é realidade e delírios. Quem consome vê imagens, ouve sons, percebe texturas e tem sensações que não existem. Ainda, alteram o humor, transitando de uma alta excitação até momentos de depressão.

2. Como essas drogas se diferem das estimulantes?

Cocaína e crack são exemplos de drogas estimulantes. É uma categoria que tem como principal efeito a aceleração da atividade do sistema nervoso central e o aumento dos níveis de adrenalina no sangue. Isso faz com que o corpo fique em alerta constante.

Ainda, as drogas estimulantes aumentam a atividade no pulmão, diminuem a fadiga e acionam as percepções sensoriais. São também chamadas de psicolépticas e se diferenciam das drogas das alucinógenas por seus efeitos estimulantes, de vigília e potencialização dos sentidos.

3. Como elas se distinguem das drogas depressoras?

Entre as drogas depressoras, é possível citar uma das mais consumidas no mundo: o álcool. Ele se encaixa nesse grupo de substâncias que tem como efeito principal a diminuição da atividade do sistema nervoso central, um dos sintomas do alcoolismo.

O consumo de drogas depressoras ocasiona a redução da atividade motora e cerebral e menor sensibilidade aos estímulos externos. A diferença delas para as alucinógenas é a alteração nas atividades do sistema nervoso, as quais sofrem uma diminuição.

4. Quais são os tipos de drogas alucinógenas?

Existem dois tipos de drogas alucinógenas: as naturais e as sintéticas. As primeiras são encontradas na natureza, como cogumelos e jurema (uma planta conhecida como mimosa hostilis). Já as sintéticas são aquelas sintetizadas em laboratório, como o ecstasy e o LSD.

5. Quais são os efeitos dessas drogas no organismo?

Para quem consome, as sensações promovidas pelas drogas alucinógenas são a euforia, a excitação, as alterações dos sentidos — principalmente os visuais —, a confusão do que é realidade ou fantasia, os delírios e a alteração no humor.

Já no organismo, elas interferem no estado mental do usuário e ocasionam alterações cerebrais capazes de promover as sensações citadas acima. Ainda, essas drogas podem desencadear crises de psicose, depressão e, até mesmo, a morte.

6. Quais são os perigos das drogas alucinógenas?

Os perigos das drogas alucinógenas variam conforme a substância usada. De forma geral, o consumo de alucinógenos costumam ocasionar:

  • danos ao cérebro;
  • alucinações e delírios;
  • paranoia;
  • depressão;
  • aumento da temperatura do corpo;
  • desidratação;
  • aumento da frequência cardíaca;
  • comportamentos perigosos.

7. Quais são as drogas alucinógenas mais comuns?

Como dissemos, as drogas alucinógenas variam entre as naturais e sintéticas e provocam alucinações perigosas para o corpo e a mente humana. Veja abaixo quais são as principais!

Ecstasy

Também é chamado de bala e tem como princípio ativo a metilenodioximetanfetamina (MDMA), uma substância psicotrópica que proporciona efeitos como o aumento de euforia e prazer.

Logo, quando o seu consumo começou a ser difundido, foi chamada de droga do amor, por estimular a excitação. O abuso da substância pode ocasionar depressão e fadiga, e já resultou em mortes.

MD

Apelidada de Michael Douglas, o MD é considerado a “droga do momento” entre os jovens brasileiros. A substância é produzida com o mesmo princípio ativo do ecstasy, a metilenodioximetanfetamina (MDMA).

A droga ocasiona alucinações, altera o ritmo cardíaco e a pressão arterial, estimula o bruxismo, bem como aumento da temperatura do corpo, a hiperatividade e os ataques de pânico.

LSD

O LSD é também é chamada de “doce”, “ácido” ou “papel” entre os consumidores e os jovens. É sintetizada em laboratórios a partir da substância ergotina, encontrada em um fungo que se desenvolve em grãos, como o centeio.

Os efeitos psíquicos são extremante preocupantes quando o assunto é LSD. É comum que o consumo leve o usuário para quadros de ansiedade, pânico e alucinações que podem resultar em acidentes e fatalidades.

Cogumelos

O nome científico atribuído aos cogumelos alucinógenos é psilocibinos. Esse tipo de cogumelo contém a substância psilocibina, que é quimicamente semelhante ao LSD e afeta o sistema nervoso central.

Os cogumelos geralmente são consumidos em forma de chá. Já os efeitos são semelhantes ao do LSD, mas menos intensos e duradouros e variam conforme as condições emocionais e psicológicas do usuário.

Ayahuasca

É uma bebida alucinogênia feita com a infusão de ervas amazônicas, que provoca alterações no cérebro e alucinações. Ela é utilizada em rituais religiosos e místicos.

Os efeitos da substância levam as pessoas a terem visões e experiências emocionais intensas. Ansiedade, medos e paranoia também são algumas das sensações provocadas pela bebida.

8. Existe tratamento para usuários de drogas alucinógenas?

Geralmente, as clínicas para recuperação de usuários de drogas e entorpecentes são aptas a oferecer tratamento para as mais diversas dependências. No caso das drogas alucinógenas, ao mesmo tempo em que elas estimulam a desinibição e a ansiedade, promovem sensação de paranoia e pânico e, também, depressão.

Por isso, quem usa essas drogas precisa passar por tratamento e acompanhamento médico, a fim de que interrompa o uso. Os profissionais responsáveis por essa tarefa devem ser qualificados e especializados.

As drogas alucinógenas provocam efeitos preocupantes. Tais substâncias alteram o funcionamento cerebral e cognitivo, ocasionam alucinações, prejudicam o organismo e apontam para prejuízos para a saúde humana, como o desencadeamento de quadros depressivos e psicóticos. Logo, a ajuda médica é essencial para livrar o usuário da dependência.

Agora que você conhece um pouco mais sobre as drogas alucinógenas, siga procurando informações sobre outros tipos de substâncias, os efeitos e como lidar com problemas com usuários e dependentes químicos. Na nossa página no Facebook tem muito mais conteúdo. Curta e acompanhe!

3 respostas a “8 dúvidas esclarecidas sobre drogas alucinógenas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *